Comentário do relatório

Lindo texto, Rosali!
Já me sinto íntima de você.
Obrigada

Marilene